Colecione…

Tem gente que coleciona a vida….

Eu sempre quis entender as coleções… e aprendi isso quando me convidaram a colecionar a vida.

Dia após dia, percebi a presença da felicidade, mas nunca fui capaz de aceitá-la. Me lembro de um dia, deitado, sentindo o cheiro da felicidade, sentindo a mão da mesma tocando os meus cabelos num ato simbólico demonstrando pra mim que ali começaria uma grande amizade, um grande amor.

Hesitei em aceitar, hesitei em acreditar…  mas não te mereci. Vi isso hoje, quando de surpresa me veio sua imagem, gozando ao meu toque, ao meu carinho… tudo baseado na lembrança…

Colecionei cada gesto seu, cada suspiro, cada palavra, que hoje me atormenta as noites.

Mas fiz desse meu tormento, o desejo de que nosso sexo de almas, se transformasse em sexo de vida… em movimento, em alegria, em renovação.

Meu eponimo feminino, o que eu fizeste contigo??…!, me arrependo, mas não me adendo. Pois nada do que eu fizer fará com que desfaça meu pecado.

O cumulo da destruição é destruir-se a sí próprio.

Embriagado, sozinho… fulminado e querendo sonhar contigo.

Pena que fostes… pena que vais… voar por este mundo sem minha proteção..

que  encontres uma proteção maior e que coleciones figuras e felicidades mais bem feitas do que as minhas.

Colecionar é viver… viver é colecionar… pois a morte é, uma coleção de vidas!

Viva… e conte nossa história… cante nossa música…. e colecione meus sorrisos!

Anúncios

Sobre Bruno Oliveira

Aspirante ao curso de Medicina Ver todos os artigos de Bruno Oliveira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: