Fazer parte

É tão dificil fazer parte, que as vezes não entendemos de que todo estamos falando.

A falta de perspectiva geralmente é um problema que gera consequências sérias para o entendimento do “fazer parte”.

Vou dar exemplo pois assim consigo expor melhor o que penso. Imagine que você tenha um grupo de amigos que combine de sair e você faz parte desse grupo. Se você entender que sua participação por menor que seja é importante, você entenderá que o momento dessa reunião será único. Se você votar num candidato sério e conversa com as pessoas sobre as idéias politicas e sobre as necessidades da sua comunidade, você, mesmo que a pessoa não aceite, terá mudado ela pois ela foi confrontada, assim como você também foi.

Se você publica um artigo, um texto ou canta uma música, você pode mudar a vida de alguém. As vezes, basta um simples abraço para que alguem que precise muito, possa acreditar que exista sentimento, independente de quem veio, mas o abraço representou acolhimento.

Quando você se relaciona com alguém, e divide seus sonhos, seus dias e seus planos, você faz parte de um conjunto e se você pensar nisso, não perderá tempo entregando sua vida inteira para a pessoa, e sim, parte dela. Pois se essa parte não der certo, poderá inclusive respeitar a decisão do conjunto de eliminar esse laço e possivelmente criar um novo ou uma simples lembrança.

O caso não é um só tipo de “fazer parte”, e sim de fazer parte do mundo.

O André escreveu no texto “SerXParecer” algo muito importante: “Quando você assume suas qualidades e defeitos, você traça planos para mudar o que acha necessário e quando mudamos de atitude ficamos mais seguros de nós e de como reagir ao mundo.” 

A palavra “assumir” é talvez a sacada mais brilhante do texto todo pois ela sintetiza ele. Assumir a responsabilidade por um erro, pode trazer consequencias sérias na vida prática, mas com certeza terá benefícios universais pouco conhecidos pelos homens. Assumir a responsabilidade por algo acertado trará muitos benefícios também.

“A modéstia é para os fracos” já dizia alguem da filosofia! Digita no google e da uma sondada no cara que falou isso. Desejo pro seu bem que conheça esse cara.

Não existe modéstia, se fazemos algo de que nos orgulhamos muitos, temos mais é que valorizar isso. Isso é fazer parte do seu trabalho, do seu romance, do seu sonho, da sua vida.

Faça parte do seu dia e lembre-se que os dias fazem parte da semana e assim vai… essa é uma dica na verdade, não um conselho.

Abraço.

Anúncios

Sobre Bruno Oliveira

Aspirante ao curso de Medicina Ver todos os artigos de Bruno Oliveira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: