Simulado em três tempos!

Um dia de cada vez, um dia da caça o outro do caçador, coleção de valores…

Três pensamentos que permeam momentos dificeis. Há quem ache que isso é muito exagero e sentimentalismo, mas provavelmente esse alguém nunca esteve sozinho de verdade. Quando você olha em volta e só consegue ver que mesmo por pouco tempo, você está sozinho.

Como se sentir seguro, se o valor de todo seu esforço até aqui é colocado em cheque, em dúvida, a prova? Este post em três tempos, tem como intenção pensar sobre e não responder.

A espera é sábia e burra ao mesmo tempo. Ela consegue amenizar dores, mostrar o que é certo e o que é errado relativo a um tempo específico, mas ela comete um erro cruel para com quem sempre soube que não é preciso esperar para por acima de tudo o amor pelo outro. Isso se chama respeito. Em um livro lançado recentemente pela Textual Produção Editorial, “Feliz de outro jeito” o jornalista Carmo Chagas conta a odisséia de sua mulher que por causa de uma complicação cardíaca teve de amputar os pés, a alusão ao companheirismo mesmo em horas dificeis me fez refletir muito sobre o rumo que cada ser dá a sua trajetória, se apegando a coisas tão menores e que por isso mesmo não podem julgar os outros que fazem o mesmo.

O trabalho em primeiro lugar, e os compromissos do mundo capitalista estragaram nossa capacidade de apreciar. Hoje temos pressa de… de…. enfim, concluo que as pessoas tem pressa de morrer. Que sejamos iluminados e tenhamos pressa para viver com calma a nossa vida.

É com um abraço que as vezes esperamos ser recebidos, quando simplesmente não queremos explicar nada e nem nos desculpar por as  vezes lembrarmos que somos seres humanos, que temos dor, e que erramos e caímos, mas ainda assim, vimos naqueles braços fechados, um lugar onde esperávamos encontrar amor.

Um abraço…

“Se uma pessoa não sabe estar ao seu lado nos momentos dificeis, porém não tão grandiosos, ela poderá não dar conta de estar ao seu lado quando os momentos dificeis forem mais complicados ainda. Esses momentos pequenos e dificeis são portanto um simulado do que a vida nos desafiará!”

 

Anúncios

Sobre Bruno Oliveira

Aspirante ao curso de Medicina Ver todos os artigos de Bruno Oliveira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: