Arquivo da categoria: Lazer

Julgue um filme pela capa!

Um velho ditado diz: “Não julgue um livro pela capa”. Como toda sabedoria popular, essa expressão faz muito sentido, pois muitas coisas não são o que aparentam. Porem no mundo dos filmes esse dito não é tão verdadeiro. A industria cinematográfica não é muito original na hora de escolher a capa de suas produções. Dessa forma, podemos sim julgar um filme pela capa. Aqui vão 13 dicas na hora de escolher um filme:

1. Pessoas na praia e/ou cabeças voadoras nas nuvens

Não tem como escapar: é um filme de drama. Prepare-se que com certeza o personagem principal ou alguém envolvido com ele (namorada, pai, irmão, bichinho) vai morrer no final.

2.  Costas com armas

Filme de ação daqueles que o personagem principal faz coisas absurdas e sempre fica com garotas lindíssimas. Não encontrará diálogos inteligentes e provavelmente o final é previsível.

3.   Costas com Costas

Inegavelmente Comédia Romântica, e daqueles que namoradas adoram. Vale a pena para passar o tempo. E no final….eles vão ficar juntos.

4.  Na Cama

Aviso para os tarados: essa capa é para enganar vocês! Mesmo com a insinuação esses tipos de filmes raramente mostram imagens picantes e são repletos de falatórios longos e entediantes…

5.  Olho em você…

Grande probabilidade de ser um filme de terror. Cuidado na hora de escolher, pois os melhores do gênero costumam ter essa capa, mas ela também é muito usada para filmes Trash.

6.  Natureza azul

Os documentários sobre a natureza devem ser obrigados a colocar azul na capa, pois a maioria deles sempre tem essa cor. Também é usado para filmes típicos de sessão da tarde com amigos animais.

7.  Preto/Laranja

Filmes de ação, com muitas explosões e perseguições de carro. 93% de chance de aparecer o Nicolas Cage.

8. Correndo para se salvar

Mais uma capa clássica de filmes de ação.  O personagem principal perderá alguém querido e vai passar a maior parte do filme fugindo de organizações criminosas, o governo, o FBI ou qualquer outra coisa. Mas no final tudo vai acabar bem, e nosso herói terá sua vingança.

9. Pernas abertas

Mas uma noticia para os tarados: esse tipo de filme vai ter imagens picantes. Na verdade o filme inteiro vai ter cenas de apelações sexuais, às vezes sem qualquer contesto com o roteiro.  Não espere encontrar o sentido da vida num filme desses.

10.  Rostos

Esses são mais complicados, pois pertencem a vários gêneros. Mas, normalmente são diretores querendo mostrar como eles são inteligentes e alternativos…. muito longe da realidade.

11. Vestidos Vermelhos

Durante um século de historia do cinema é assustador a quantidade de capas com mulheres usando vestidos vermelhos. Tentam mostrar a imagem de garotas fatais e provocantes. Cuidado com esse tipo, pois são filmes feitos para vender (os famosos enlatados americanos).

12.  Nada Original

São cópias dos cartazes de filmes que fizeram sucesso.  Nem se comparam com o original.

13. Texto na Cara

Ultima tendência em capas. Alguns filmes novos já estragaram esse modelo, mas geralmente são filmes inteligentes.

 

Bem, fico por aqui!

obs: Texto adaptado de Oh No they didn´t.


Erotismo e brincadeiras… Temperos essênciais

A própria rotina fica mais saudável quando recheada com brincadeiras. É o tipo de coisa que só acrescenta detalhes a relação, ao trabalho, até mesmo ao transito de uma grande cidade ou a calma de um sitio.

Quantas não são as oportunidades de fazer humor, brincar, criar e colorir o dia a dia?

Não nos importamos em pagar o ingresso de um bom stand-up, ou de ver séries que nos entretem, e que portanto tornam a rotina de ver séries, em algo emocionante, então porquê não nos esforçar para ter um cotidiano mais alegre, sensual e emocionante?

O sexo, o amor, a amizade, o trabalho (referindo-se a própria profissão) são todos exemplos de situações rotineiras que merecem uma atenção especial.

Um cenário inesperado, um momento inesperado, tudo que faça de locais comuns e momentos comuns, algo para ser lembrado e compartilhado.

Mulheres hoje em dia tem se libertado mais, socioeconomicamente falando. Elas vão atrás do que querem, do que gostam e isso é tempero maravilhoso na relação homem-mulher que há muito tempo necessitava dessa paridade.

Os homens é que estão me parecendo um pouco reprimidos. Talvez por medo do que as mulheres estão fazendo, eles se sentem impotentes perante ao real poder de sedução delas. Mas aqueles que sabem resolver isso, se dão muito melhor.

O cuidado com o equilibrio é algo que nem preciso lembrar, todos sabemos no nosso dia a dia.

Independente se é homem ou mulher, vamos falar de um relacionamento prazeroso a dois. Ou quem sabe por aí tem galera que curte um Ménage à Trois. O que é relevante aqui é a ATITUDE.

Em qualquer ação de nossas vidas, falar e pensar é mais fácil que simplesmente fazer. Falar e pensar é quase “ameaçar” fazer mas não faz.

Todo mundo passa por isso até que um dia, a pessoa percebe que quando ela toma a atitude, ela sai mais satisfeita.

E se os dois, ou três ou mais, rsrs, tomarem a atitude?

O que seriam das idéias, se não fossem as ações?

Portanto, usar um tempinho do dia, antes do encontro para preparar algo surpresa ou combinar uma aventura ou até mesmo um jogo simples como de tabuleiros, esses qeu brincamos com os amigos mesmo, damas, xadrez, podendo chegar até mesmo nos famosos dadinhos, é mostrar atitude e relevância para o momento do encontro. Que pode unir brincadeira, competição e entretenimento e muito mais em um dia que tinha tudo para ser comum e agora tem tudo para ser mais um dia para nossa coleção de dias que merecem ser lembrados.

No dia a dia, usar de brincadeiras pode quebrar o gelo, pode ajudar inclusive a superar deficiências inerentes ao nosso próprio cotidiano.

Da mesma forma como nos planejamos para ir ao tal do Stand-up ou ao cinema, porquê não combinar algo para apimentar os momentos?

O post tem como intenção não sugerir, ensinar, mostrar, dar dicas e nem nada disso, apenas convidar a reflexão. Refletir sobre as questões aqui levantadas, pode te garantir idéias… muitas idéias.

Um grande abraço e boas noites… rsrs


Adeus Harry Potter! Ou não.

Thank You Obrigado Adeus Good Bye Harry Potter nao pense

Faço parte da geração que cresceu lendo os livros do Harry Potter. Lembro que minha mãe passou anos da minha vida tentando me fazer pegar gosto pela leitura, muitas estratégias e abordagens (ela é uma guerreira que não desisti nunca) o problema é que quanto mais se fazia, mas eu fugia disso. Mas bastou eu ler A Pedra Filosofal que tudo mudou. Hoje tenho livros de mais e tempo de menos, mas leio com muito gosto.

Doze anos depois, mais especificamente essa semana, fui assistir o último filme, do último livro de Harry Potter. Sai do cinema com um turbilhão de sentimentos dentro de mim e acredito que não fui o único.

Atenção, daqui pra baixo será uma Zona de Spoilers, então se você não viu o filme e não quer saber o que aconteceu, pare de ler agora!

———————-

Eu particularmente gostei muito dos 2 filmes do último livro, de um modo geral eles foram bem fiéis a história verdadeira (coisa que não aconteceu na maioria dos filmes anteriores). Mas claro, que como em qualquer adaptação, existem alguns pontos que não me agradaram.

  • A cena da fuga com o Dragão, por exemplo, para mim foi muito fácil, como se subir em um dragão que nunca teve contato com ninguém e desprende-lo de correntes enquanto você é atacado por zilhões de magias, fosse brincadeira de criança!  No livro a cena tem várias páginas e você percebe o quanto essa manobra foi difícil.
  • A cena do beijo entre a Hermione e o Rony (finalmente \o/) também foi mudada de cenário. Sim, eu sei que foi para dar um momento especial e único com foco só no casal, mas eu ainda preferia (e estava esperando) exatamente como aconteceu no livro.
  •  No final, quando Harry desperta no colo de Hagrid pronto para encarar Voldermort pela ultima vez, também me pareceu meio tosca, principalmente aquele movimento de virar,  cair no chão e fugir, dava tempo mais que o suficiente para um contra ataque, nem que fosse com um tiro rs

Enfim, são pequenas coisas que me desagradaram, mas que não foi forte o suficiente para estragar o filme, mesmo por que eles acertaram em cheio e na proporção certa para explicar a história de Snape. Para mim essas foram sem dúvida, as cenas mais emocionantes de todo o filme.

Minha relação com o Snape sempre foi de amor e ódio, as vezes desconfiava que ele era bom, mas como a maioria, o crucifiquei quando matou Dumbledore. Por isso quando li o ultimo livro e descobri qual era sua verdadeira missão, me surpreendi e me emocionei muito! No filme eles conseguiram captar todo esse drama, sem ficar pedante ou pouco crível. Você realmente acredita no que ele sentiu e o que levou a fazer tudo que fez.

Agora que o último filme estreou, as pessoas vêm me perguntar se eu acho que a série acabou de vez. Será?

jk-rowling-anuncio - harry potter - nao pense - Adeus - Filme

Com certeza não. Basta ver outros exemplos de sucessos mundiais do entretenimento. O primeiro filme do Star Wars foi lançado em 1977 e até hoje George Lucas consegue movimentar dinheiro com parques temáticos, brinquedos, animações, jogos e etc. Com a franquia Harry Potter não será diferente.

A própria J. K. Rowling deu uma dica nessa declaração acima!

Por mim, e para a maioria dos fãns, não tem problema. Por tanto que se explore a série do jeito certo para que não fique desgastada e eu acredito que eles sabem disso.

O próprio site Pottermore (que será lançado completamente em Outubro) é um bom exemplo de que ainda há muito a ser explorado de todo esse mundo mágico, e pela proposta do mesmo, será feito do jeito certo.

E convenhamos, um pouco de magia na vida é o que todos precisamos.

Beijo do Gordo

Severo Snape Harry Potter Rony Wasley Good Bye Adeus Nao Pense



TOP 5: Músicas da infância

Hoje eu acordei de muito bom humor.
Tive um daqueles sonhos felizes que te faz acordar anestesiado de todas as coisas ruins do mundo. O sonho fica só pra mim, mas ele me deu uma idéia que vou compartilhar com vocês.
Todo mundo tem um pouco de “meu passado me condena” e agora vou deixar um pouco do meu aqui (rs).  É claro que quando criança não temos esse pré-conceito das coisas e a única regra determinante é simplesmente gostarmos do que estamos ouvindo ou não. Quem nasceu no final dos anos 80 e começo dos 90 vai se identificar bastante (eu espero), pois são músicas que fizeram parte da nossa vida e contribuíram de alguma forma para o que somos hoje.

Quinto Lugar – Estou Apaixonado 

Pois é, pois é…eu que tiro tanto sarro das cow-girls e dos rapazes de calça justa e chapéu de peão, já ouvi um pouco de sertanejo também. Acho que poucos vão se identificar com essa, mas eu tenho um bom motivo, lembro dessa época com muito carinho pois foi quando tive a experiência da primeira namoradinha (rs) e essa era nossas trilha sonora. Cafona né? Mas éramos felizes!

Quarto Lugar – Abertura Cavaleiros dos Zodíacos (da manchete)

Nossa! Lembro que já sintonizava na Manchete muito antes de dar o horário do anime pois não queria perder a abertura!  Eu cantava e dançava com ela! #VergonhaAlheia
É uma música infantil bem típica daquela época (com frases como “Coragem de um vencedor e a vitória na canção”)  e não tem absolutamente nada a ver com a original, letra e música totalmente diferentes. Mas mesmo assim encantou e muito!

Terceiro Lugar – Pelados em Santos

Foi difícil escolher apenas uma música dos Mamonas Assassinas, pois pra mim, o CD deles é trilha sonora oficial da minha infância e pré-adolescência. Até hoje me surpreende eles terem feito músicas tão engraçadas em um tempo de tantas incertezas. Acredito que era o que o povo brasileiro daquela época precisava! Tem certos tipos de bandas que só aparecem uma vez… #FATO

Segundo Lugar – Hakuna Matata

Faça o teste, chegue perto de um amigo sem falar nada, sem até mesmo cumprimentá-lo e diga essas palavras: Hakuna Matata… eu DÚVIDO que a pessoa não vai completar “é lindo viver.”
Essa era o lema dos imortais Timão e Pumpa. Sim lema! (não confunda com lesma!). Mas sei que acabou tornando a filosofia de vida de muitas pessoas, afinal… não é realmente lindo viver?

Primeiro Lugar – Se você é Jovem Ainda

“Se você é jovem ainda amanha velho será, ao menos que o coração sustente a juventude que nunca morrerá.” Já parou pra pensar quão forte são essas palavras?  Lembro quando mais jovem, de perceber como a maioria dos adultos eram frios, cansados, sem fé e me desesperava pensar que um dia poderia me tornar assim.

Por isso talvez, um dos segredos da vida seja manter a vontade de viver dos jovens sempre dentro de nós, enfrentar a vida com a cabeça erguida, como um adulto, mas sempre sorrindo para as adversidades, com a fé inabalável das crianças.

E quais foram as músicas marcantes  da sua infância?! Concordam com a lista a cima? Substituiria alguma? Conta pra gente! 

Beijo do gordo